Novo Banco, Velhas Histórias

Miguel Tiago    23.Oct.18

Em relação ao Novo Banco, o Governo PS decidiu cumprir um compromisso do anterior governo, apesar de não estarem minimamente cumpridos os pressupostos em que esse compromisso fora forjado: da conta zero ou positiva passou-se para uma conta de 9 mil milhões negativos. No OE2019 estão contemplados mais 850 milhões para capitalizações do NB. Prossegue assim um crime a três mãos: PS, PSD, CDS.

Odiario
Odiario

Projecto político multipolar impulsionado por Putin na Índia

Tom Luongo    22.Oct.18

Um artigo que complementa o de Pepe Escobar, publicado há quatro dias. Algumas das questões que aí eram deixadas em aberto encontram aqui dados e informação adicional. Naturalmente que a posição da Índia é em alguns importantes aspectos ambígua. Mas razões económicas objectivas levam-na a tender a resistir às pressões dos EUA relativamente às suas relações externas, nomeadamente com a Rússia e o Irão.

Odiario
Odiario

O fascismo e os “homens bons”

Mauro Luis Iasi    20.Oct.18

Na Alemanha de Weimar também havia pessoas boas que só queriam um país grande e forte. Estavam descontentes com a crise, a inflação e o desemprego. Tinham críticas aos governos democráticos, muitas delas bastante pertinentes. Queriam defender a família, queriam uma raça pura, bonita e forte. Por isso votaram em massa pelos nazis e os elegeram em 1932.

Odiario
Odiario

Armas biológicas*

Jorge Cadima    19.Oct.18

Acumulam-se indícios e informações que apontam no sentido do desenvolvimento de armas biológicas pelos EUA. Pior ainda: não as desenvolve no seu próprio território, mas nos de países vassalos como a Geórgia. Extensos surtos de doenças aparentemente com essa origem geográfica, e o próprio facto de se verificarem elevadas taxas de mortalidade entre o pessoal desses laboratórios suscitam legítimas suspeitas. E o principal indício é saber-se que os EUA não têm qualquer espécie de escrúpulos.

Odiario
Odiario

O dilema geoestratégico da Índia não fica resolvido com a compra dos S-400

Pepe Escobar    18.Oct.18

A Índia adquiriu à Rússia um conjunto de sistemas antimíssil, e o seu primeiro-ministro afirmou uma perspectiva de reforço das relações económicas e da cooperação entre os dois países. Mas tem também (em nome de uma política de «multi-alinhamento») mantido e reforçado laços, nomeadamente no plano militar, com os EUA, cuja estratégia de confronto com a China, a Rússia e o Irão é conhecida. Uma importante questão, cuja clarificação está por fazer.

Odiario
Odiario

Errejón/Carrillo, pedir perdão nº 2

Ángeles Maestro    17.Oct.18

Em Espanha, a trajectória de Podemos é cada vez mais semelhante à do Syriza grego. A diferença é que um revelou a sua verdadeira face no exercício do poder e o outro apenas vem trabalhando para que a classe dominante o aceite. Iñigo Errejón, um destacado dirigente de Podemos, veio pedir desculpa por radicalismos passados. Afinal, não criticam o regime saído da “Transição” de 77/78. Apenas querem “actualizá-lo.”

Odiario
Odiario

As mentiras do Financial Times

James Petras    16.Oct.18

É cada vez mais claro o papel e a participação dos grandes media nas ofensivas do imperialismo. Associam à anterior função de veículos e sistematizadores no plano ideológico um novo papel de propaganda e de distorção informativa. O caso do Financial Times é mais complexo: trata-se também de ocultar as desastrosas consequências económicas e financeiras de tais ofensivas, aspecto tanto mais significativo quanto elas têm igualmente repercussão nos países agressores.

Odiario
Odiario

Brasil: existe ameaça fascista?

Anita Leocadia Prestes    15.Oct.18

A experiência histórica mundial revela que as classes dominantes têm sempre preocupação com a possibilidade de uma insurgência popular e tratam de adoptar medidas preventivas para salvar o regime capitalista, mesmo quando não existe a ameaça iminente da revolução. O fascismo é uma arma à qual os sectores mais reacionários do capital financeiro recorrem para assegurar os seus interesses. O panorama europeu actual é revelador nesse sentido.

Odiario
Odiario

Esclarecedor dos resultados da privatização da EDP*

Agostinho Lopes    13.Oct.18

É notável e esclarecedora a apresentação «Electricidade: sobrecustos, rendas e concorrência», do Prof. Abel Mateus, primeiro presidente da Autoridade da Concorrência (2003/2008), realizada a 11 de Setembro de 2018 na Comissão Parlamentar de Inquérito às «Rendas Excessivas». Constituiu uma viva e contundente crítica à política de direita levada a cabo no sector eléctrico (mas não só) por sucessivos governos do PS, PSD e CDS.

Odiario
Odiario

O Marxismo, crítica da economia política ou economia política?

Rémy Herrera*    12.Oct.18

O marxismo, dado ser uma crítica, também é o fundamento dos conceitos-chave de um saber científico autêntico, radicalmente alternativo, em economia política. É com Marx e Engels, no quadro duma concepção materialista da história, que vão ser determinadas as características do modo de produção capitalista, vão ser articuladas as forças produtivas e as relações de produção, vão ser traçados os contornos dos antagonismos de classes, vão ser desvendados os segredos da exploração, incluindo os movimentos complexos do capital, vai ser medida a gravidade das suas crises – e, na prática, vão ser abertos os horizontes das revoluções proletárias que estavam a chegar.

Odiario
Odiario

As FARC entre a esperança e a história

Loic Ramirez*    11.Oct.18

Depois da deposição das armas e assinado um acordo de paz com Bogotá, a guerrilha da FARC-EP tornou-se um grande partido legal. Apesar disso, os seus membros estão a ser sujeitos a uma vaga de assassínios que lembra a trágica experiência de desmobilização dos anos 80.

Odiario
Odiario

Sinhá marquesa Varela, Ídolo Nacional e outras coisas que «estas gajas» são capazes

Lúcia Gomes    10.Oct.18

Que mulheres defende esta elite? Mulheres iguais a elas - brancas, burguesas, com poder económico e algum estatuto social (seja lá o que isso for) ou conhecimento público (seja ele por que motivo for). Ou seja, mulheres que, independentemente da política que praticam ou defendem têm em comum duas coisas: biologia e poder.

Odiario
Odiario