As balelas de Macron não resultam!

Rémy Herrera    19.Dic.18

Na semana passada, em França, novos episódios na mobilização de coletes amarelos e de trabalhadores, novas tentativas de desmobilização – desta vez pela voz do próprio Macron – e novas acções de violência e repressão policial. No próximo sábado, nova mobilização.

Odiario
Odiario

Meio século do Acto Institucional nº 5: ditadura nunca mais!

Edmilson Costa    18.Dic.18

Aproxima-se a tomada de posse de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil. As perspectivas são em todos os aspectos sombrias, desde o perfil do candidato eleito ao círculo que o envolve e ao perfil do futuro governo. Neste contexto, importa recordar um passado de ditadura terrorista não muito remoto, sobre cuja instauração passam agora 50 anos. Mais de 100 milhões de brasileiros não a viveram. É necessário que a conheçam, para que um tal passado não possa regressar.

Odiario
Odiario

A «Casa de Papel» * em versão latino-americana

Alfredo Serrano Mancilla    17.Dic.18

A impressão massiva de dinheiro pelos bancos centrais dos EUA, UE, Japão e Grã-Bretanha funciona como mais um mecanismo de dominação económica sobre países que não têm esse privilégio, amarrando-os a um endividamento sem fim à vista.

Odiario
Odiario

Vacas

Agostinho Lopes    15.Dic.18

As recentes patacoadas do ministro do Ambiente sobre a “redução da produção pecuária” para reduzir a emissão bovina de “gases com efeito de estufa” seriam cómicas se não fossem tão graves. E não é por não aguentarem qualquer análise séria. É por serem mais uma expressão de completa subserviência face ao que os grandes interesses estrangeiros ditam ao país.

Odiario
Odiario

A Venezuela que eu vi

Bruno Carvalho    14.Dic.18

É um dever de solidariedade romper a barragem mediática contra a Venezuela. Não para iludir falhas ou ocultar problemas, mas para compreender porque resiste o processo bolivariano à sabotagem e ao ataque directo das maiores potências imperialistas: porque, apesar de todas as dificuldades, mantém o apoio do povo.

Odiario
Odiario

Se fores a São Francisco*

António Santos    13.Dic.18

São acontecimentos nos EUA que não são notícia nos grandes media: as lutas de trabalhadores naquele país. E, mais do que isso, lutas vitoriosas, como a dos trabalhadores da multinacional hoteleira Marriott International. Tanto mais importantes quanto são travadas num país em que a organização e a luta sindical se defrontam com todo o tipo de obstáculos e com repressão patronal, policial e judicial.

Odiario
Odiario

O subfinanciamento do SNS vai continuar em 2019

Eugénio Rosa    12.Dic.18

Ao contrário do que o governo diz, as dificuldades financeiras do SNS vão aumentar ainda mais em 2019. As enormes dificuldades que os portugueses tiveram em 2018 no acesso a serviços públicos de saúde vão agravar-se ainda mais em 2019.
As transferências do OE para o Serviço Nacional de Saúde serão manifestamente insuficientes para cobrir as despesas do SNS: em 2019 o aumento real das transferências do Orçamento para o SNS é de apenas 262 milhões € e não os 612 milhões € que o governo diz. E a divida do SNS aos privados deve ser superior a 1.500 milhões no fim de 2018.

Odiario
Odiario

“Coletes amarelos” em Portugal?

João Ramos de Almeida    11.Dic.18

A mobilização dos “coletes amarelos” em França está manifestamente a alarmar a classe dominante. Não só pela expressão que vem tendo naquele país, mas pelo facto de as razões que levaram a este protesto de massas existirem igualmente em muitos outros países. Compreende-se assim melhor que alguém com Augusto Santos Silva se tenha sentido na obrigação de tentar amedrontar e desmobilizar portugueses que estejam em França.

Odiario
Odiario

E agora, os jovens liceais…

Rémy Herrera    08.Dic.18

O movimento de contestação e de revolta em França não cessa de se ampliar. E um dos factores de mobilização é a própria violência policial. Jovens das universidades e dos liceus são alvo de brutalidades, a somar às «reformas» que têm vindo a ser empreendidas, gerando novos obstáculos sociais e económicos ao acesso à educação.

Odiario
Odiario

Porque está de novo na ordem do dia a ascensão do fascismo

John Pilger    07.Dic.18

Este importante texto foi publicado em 2015, mas não só não perdeu actualidade como está, se possível, mais actual ainda. A ameaça fascista surge em todos os continentes. E o elo que a une é a acção do imperialismo, apoiando e incentivando tudo o que existe de mais reaccionário, obscurantista e explorador à face da Terra.

Odiario
Odiario

O Pravda entrevista Egon Krentz, último líder da RDA

Pravda    06.Dic.18

O dirigente comunista alemão fala ao Pravda sobre a actual situação na RFA, e em particular sobre o papel crescente que o seu território e as suas forças armadas desempenham na NATO. Homem de convicções inabaláveis, participa empenhadamente na mobilização da juventude alemã pela saída dessa organização militar agressiva, e por um estatuto de não-alinhado para o seu país.

Odiario
Odiario
Evoluções (e limites) de uma reflexão comum

A colonização vista por Marx e Engels

Remy Herrera*    04.Dic.18

Este texto é efectivamente mais longo do que os textos que habitualmente publicamos. Mas trata-se de um notável ensaio sobre um aspecto particular da investigação e do pensamento de Marx e Engels, e é igualmente uma forma de prosseguir, em odiario.info, a celebração do bicentenário do nascimento de Karl Marx.

Odiario
Odiario