Novidades

Odiario
Testamento
Ho Chi Minh
:: Outros autores :: 28.Mai.15

No ano em que se comemora o 40º aniversário da vitória do povo vietnamita, odiario.info homenageia Ho Chi Minh publicando o seu Testamento. O grande dirigente revolucionário faleceu antes de a vitória estar inteiramente alcançada. Mas a história confirmou a sua inabalável confiança em que ela chegaria. Nos dias de hoje, em que a ofensiva imperialista avança em todos os continentes, a heróica lição do povo vietnamita é mais actual que nunca. Mesmo um pequeno povo, se unido e dotado de uma firme direcção revolucionária, pode não apenas afrontar a maior potência imperialista como pode também derrotá-la.

Odiario
A Arábia saudita e a guerra de legitimidade no Iémen
Lara Aryani
:: Outros autores :: 27.Mai.15

Já vai em mais de dois meses a guerra de agressão ao Iémen desencadeada pela Arábia Saudita. Também aqui, a guerra é a continuação da política por outros meios. Muito antes de ter caído a primeira bomba no Iémen havia já uma crise insanável, a economia estava paralisada, o governo central estava na bancarrota e a fome surgira. O papel da Arábia Saudita devastando a economia e mantendo um regime político corrupto e ineficaz não foi pequeno. Que a campanha unilateral da Arábia Saudita pretenda estar a ajudar o povo iemenita, protegendo a soberania do seu país e combatendo a «intervenção estrangeira» nos seus assuntos é, se não irónica, pelo menos trágica.

Odiario
COMUNICADOAs FARC suspendem o cessar-fogo unilateral
Os Editores
:: Editores :: 25.Mai.15

Odiario
Colômbia: onde o sonho e a utopia se transformam em projeto
Magdalena Enjolras
:: Outros autores :: 25.Mai.15

Publicamos em simultâneo este emocionado testemunho de Magdalena Enjolras e o Comunicado das FARC-EP informando a suspensão do cessar-fogo unilateral declarado em Dezembro de 2014. O imperialismo e a burguesia colombiana vinculada aos seus interesses não estão interessados na paz em Colômbia. Obrigaram o povo colombiano a uma heróica resistência armada de mais de três décadas. Julgam poder vencer essa guerra. Este testemunho mostra algumas das razões porque não o conseguirão. A luta das FARC-EP é a luta dos camponeses pela terra, a luta dos trabalhadores contra a exploração, a luta do povo colombiano pela liberdade, pela emancipação social e pela independência nacional.

Odiario
As migrações não caem do céu
Fernando Buen Abad Domínguez
:: Outros autores :: 24.Mai.15

A burguesia derrama lágrimas de crocodilo pelos mortos no Mediterrâneo. Finge ignorar que os principais responsáveis por essas mortes são o capitalismo e o imperialismo, as suas agressões militares, a exploração desenfreada, o bárbaro saque que prosseguem das riquezas e dos recursos dos países de onde fogem esses migrantes.

Odiario
Moçambique reforça relações*
Carlos Lopes Pereira
:: Colaboradores :: 23.Mai.15

Dentro de poucas semanas Moçambique comemora o 40.º aniversário da independência. Uma simbólica Chama da Unidade percorre aldeias, vilas e cidades, de Norte para Sul, enaltecendo os valores da paz, do patriotismo e da unidade moçambicana. Valores que o imperialismo e os seus aliados locais continuam a não deixar prosperar em África.

Odiario
Brasil cancela um contrato de 2.000 milhões de dólares para os Jogos Olímpicos de 2016 com uma empresa de segurança israelita
Charlotte Silver
:: Outros autores :: 22.Mai.15

Em resultado de uma campanha realizada por activistas da solidariedade com a Palestina, o Governo brasileiro excluiu uma empresa de “segurança” israelita de trabalhar nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Trata-se de uma empresa com vínculos estreitos ao Exército israelita, bem como uma sórdida história na América Central e América do Sul.

Odiario
Ilyá Ehrenburg e a Espanha da II República
Miguel Urbano Rodrigues
:: Colaboradores :: 21.Mai.15

Escrevendo sobre a II República espanhola, Ehrenburg exagerou o negativo e não captou o positivo. A II Republica fracassou, mas Ehrenburg não soube compreender os milhões de espanhóis que a tornaram possível e lutaram para a defender do assalto fascista.

Odiario
A grande transição
Wim Dierckxsens
:: Outros autores :: 20.Mai.15

A contradição fundamental do nosso tempo verifica-se na incapacidade de desenvolver as forças produtivas sob as relações de produção existentes. Na racionalidade económica actual, o capitalismo chegou ao momento histórico em que é impossível ligar o investimento com a produção de forma rentável. Por outras palavras, sob a racionalidade económica e as relações sociais de produção existentes, já não é possível um maior desenvolvimento das forças produtivas. Esta contradição é cada vez mais visível não apenas nos países centrais mas nas economias emergentes, nomeadamente na China.

Odiario
O mito da redução da “TSU” para eliminar o trabalho precário e um novo contrato de trabalho para facilitar o despedimento individual
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 19.Mai.15

O chamado relatório “Uma Década para Portugal” feito a pedido de António Costa contém medidas como a redução das contribuições patronais para a Segurança Social (“TSU”), que o PSD e CDS defendem igualmente. O relatório quer justificar a medida com argumento diferente: a redução da “TSU” dos patrões visa eliminar o trabalho precário; a redução da “TSU” dos trabalhadores visava aumentar o rendimento disponível. Nenhum dos argumentos tem sustentação. O PS é assim: quer fazer passar medidas iguais às dos restantes partidos da política de direita invocando argumentos “de esquerda”.

Odiario
A dor do Quénia e a promoção da Al-Shabab na Somália pelos EUA
Conn Hallinan
:: Outros autores :: 18.Mai.15

A intervenção “antiterrorista” do imperialismo fomenta o crescimento de organizações terroristas. Uma invasão etíope mal aconselhada pelos americanos transformou a Al-Shabab de figurante marginal em força importante. A invasão derrubou a União de Cortes Islâmicas (UCI) que tinha dado à Somália o primeiro governo estável em 15 anos. A “Shabab” passou de pequeno grupo que integrava a coligação a protagonista importante, tal como a invasão do Iraque fomentou a criação de, primeiro, a Al-Qaeda e depois o Estado Islâmico do Levante (ISIL) no Iraque e na Síria.

Odiario
Ó Brigada
Manuel Pires da Rocha
:: Outros autores :: 17.Mai.15

Ao longo de quatro décadas, a Brigada Vítor Jara esteve presente em cada um dos diversos tempos da acção política: nas sessões de esclarecimento a seguir ao 25 de Abril, nos momentos difíceis do Verão Quente (tendo sido, por duas vezes, evacuada pela GNR – em Cantanhede e Coja), nas Conferências da Reforma Agrária, em muitas edições da Festa do Avante!, em campanhas eleitorais, comícios, no Centenário de Álvaro Cunhal. Repartindo palcos militantes com Adriano Correia de Oliveira, Trovante, Ary dos Santos, Samuel, Manuel Freire e tantos outros. Permanecendo, após tantos anos de avanços e recuos, ao lado dos deserdados, de quem tomou cantigas e compromisso com o devir.

Odiario
Mitos*
Jorge Cadima
:: Outros autores :: 16.Mai.15

Jorge CadimaA comunicação social dominante tratou o 70ª aniversário da vitória sobre o nazi-fascismo tentando mais uma vez reescrever a história. E esta reescrita da história tem mais a ver com o presente do que com o passado: visa criar, na actual crise profunda das velhas potências imperialistas, os mitos que permitam de novo recorrer às soluções de força e de violência.

Odiario
O machado de guerra, o anzol da paz e os crápulas transparentes.
Venezuela e Colômbia, dois processos relacionados na estratégia regional do Império.
Jorge Beinstein
:: Outros autores :: 15.Mai.15

A América Latina e o Caribe constituem um espaço decisivo projecto imperialista de super-exploração. A sua recolonização integral é a peça chave de uma ofensiva planetária cuja implantação na região abarca uma ampla gama de operações convergentes. Uma mega estratégia flexível que inclui as desestabilizações de média intensidade no Brasil e Argentina, a intervenção directa encoberta na Colômbia, os golpes de estado em Honduras ou Paraguai, a tentativa de desestabilização de alta intensidade apontando para a intervenção militar na Venezuela, o ensaio de “abraço-de-urso” buscando desarticular Cuba, a instalação de bases militares avançadas no Peru.

Odiario
Uma perspectiva argelina: os miseráveis do mar
Hamza Hamouchene
:: Outros autores :: 14.Mai.15

A tragédia da imigração que vemos no mar Mediterrâneo durará o tempo que que continuem vigentes as arreigadas estruturas autoritárias de poder e opressão, enquanto esteja em marcha o saque dos recursos naturais de África, enquanto o profundamente injusto sistema em que vivemos prossiga o seu domínio e a exclusão dos miseráveis da terra e dos condenados do mar.

Odiario
Um tumor que ameaça a Europa
Higinio Polo
:: Outros autores :: 13.Mai.15

Enredados na sua própria propaganda, os países da NATO são incapazes de assumir que a crise ucraniana não estalou em resultado de uns “protestos cívicos” (além do mais, instigados e financiados em boa parte por países ocidentais), mas em resultado do apoio a um golpe de Estado e uma mudança de regime que pretende incorporar a Ucrânia numa aliança militar abertamente hostil a Moscovo. Instalaram um poder fascista. Desencadearam uma guerra civil. E os círculos mais agressivos e aventureiros do imperialismo querem convertê-la num confronto aberto com a Rússia.

Odiario
Com a Troika e o Governo PSD/CDS
Destruição de 471.700 empregos, exclusão do mercado de trabalho, baixa de salários
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 12.Mai.15

A desenfreada demagogia pré-eleitoral do governo pretende que a “austeridade valeu a pena”. Passos Coelho falou na criação de 130 mil empregos. Pretende fazer crer que está a assistir à recuperação de emprego, ou mesmo que se inverteu ciclo de destruição de emprego em Portugal. A verdade – que os números do INE mostram – é que com este governo foi destruído quase meio milhão de empregos, quase um milhão de trabalhadores foi expulso do mercado de trabalho, e os salários baixaram. A verdade é que “austeridade” é desemprego, exploração e exclusão.

Odiario
Protestos, divisões e ameaças no Burundi*
Carlos Lopes Pereira
:: Outros autores :: 10.Mai.15

Prosseguem no Burundi as manifestações populares contra a recandidatura do presidente Pierre Nkurunziza a um terceiro mandato, em eleições previstas para 26 de Junho. Os partidos da oposição consideram esta recandidatura inconstitucional e contrária ao Acordo de Arusha que abriu caminho ao fim da guerra civil (1993-2006). O acordo limita a dois os mandatos presidenciais.

Odiario
Declaração da Associação Turca da Paz*O dia 24 de Abril deveria ser declarado “Dia da Paz”
Associação Turca da Paz
:: Outros autores :: 09.Mai.15

O centenário do massacre de arménios cometido em 1915 trouxe a questão para a actualidade. Até o próprio Papa se pronunciou sobre a matéria. Para o imperialismo, as tragédias da há um século podem ser instrumento para agudizar as tragédias do presente. Para os povos, a história deve sobretudo servir para consolidar a luta pela paz.

Odiario
Opções iguais dão resultados iguais
Os programas do governo PSD/CDS e o do grupo de economistas do PS não são tão diferentes como os media pretendem fazer crer
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 07.Mai.15

António Costa repete até à exaustão que as medidas constantes do documento do grupo de economistas do PS resolvem a “quadratura do círculo”: permitem a Portugal ter uma política de crescimento económico, de criação de emprego e de redução rápida do desemprego, etc., mantendo-se na zona euro e respeitando as regras do Tratado Orçamental. Aproveitando o facto da maioria dos portugueses não conhecerem detalhadamente o conteúdo do “Programa de Estabilidade 2015-2019” do governo PSD/CDS e do documento elaborado pelo grupo de economistas do PS, os media dominantes têm procurado fazer passar a mensagem de que são documentos muito diferentes, cuja aplicação daria origem a politicas muito diferentes e também a resultados muito diferentes. É assim que fabricam a “alternativa PS” para a continuidade das mesmas políticas, e dos mesmos resultados.