Novidades

Odiario
Neoliberais na América latina II
Pensamento sócio-liberal
Cláudio Katz*
:: Outros autores :: 21.Out.14

Claudio KatzConclusão do texto cuja primeira parte publicámos ontem. Uma análise da evolução para a direita de influentes pensadores burgueses latino-americanos, integrando-se nos postulados e na gestão política (assumindo em vários casos importantes cargos públicos) da ofensiva neoliberal.

Odiario
Neoliberais na América Latina I
Ortodoxos e convencionados
Cláudio Katz*
:: Outros autores :: 20.Out.14

Claudio KatzA América Latina sofreu com antecipação – logo nos anos 70 do século XX - a reaccionária ofensiva neoliberal. Este importante estudo aborda a questão com grande profundidade, e a sua importância vai muito para além da análise específica das políticas neoliberais nesse continente (e das respectivas dimensões teórica e ideológica). Dada a extensão do texto, publicá-lo-emos em dois dias consecutivos.

Odiario
Os portugueses vão pagar mais 2.006 milhões de impostos em 2015, e as empresas vão pagar menos 892 milhões
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 19.Out.14

O governo lançou uma gigantesca operação de manipulação e mentira com o objectivo de convencer a opinião pública que se verificará uma redução da carga fiscal em 2015. A verdade é o contrário. O que vai acontecer é outro enorme aumento de impostos sobre os trabalhadores, pensionistas e outras classes que não auferem rendimentos de capital, e uma redução muito importante dos impostos sobre as empresas que beneficiará fundamentalmente as grandes empresas, que verão os seus lucros aumentar ainda mais, porque pagarão muito menos impostos ao Estado. E essa quebra é financiada pelas famílias portuguesas.

Odiario
Pirómanos*
Jorge Cadima
:: Outros autores :: 18.Out.14

Jorge CadimaA realidade – que o planeta inteiro conhece bem – é que desde há três anos os EUA e as potências imperialistas europeias – e não só os seus aliados da região – estão empenhados em financiar e armar o jihadismo para abater Assad. Criaram o ISIL, tal como criaram Bin Laden. Agora mostram-nos vídeos de cidadãos ocidentais decapitados. Mas durante anos ignoraram todos os vídeos que os próprios «rebeldes» colocavam na Internet, vangloriando-se de decapitar soldados, civis, padres cristãos.

Odiario
Entrevista com João Pedro StédileA voz forte dos “Sem Terra”

Em vésperas da 2ª volta das eleições presidenciais no Brasil, publicamos esta entrevista do mais destacado dirigente dos “sem terra” brasileiros. Movimento combativo, persistente, mobilizador e implantado no povo que combateu as ilusões criadas com a eleição de Lula e depois de Dilma. Mas que não se alheia da disputa actual, em que o imperialismo tem em Aécio o candidato preferido.

Odiario
As origens da crise do ébola
Tariq Ali* e Allyson Pollock**
:: Outros autores :: 15.Out.14

A epidemia do Ébola combate-se combatendo as condições em que o vírus se propaga: a pobreza, a desnutrição, a ausência de condições mínimas de saneamento básico. A privatização dos cuidados de saúde está a criar, mesmo em países desenvolvidos, condições de desprotecção em cuidados de saúde que cada vez mais se assemelham às dos países onde esta epidemia mata aos milhares.

Odiario
Os Estados Unidos encaminham-se para um choque
Immanuel Wallerstein
:: Outros autores :: 14.Out.14

Quando Obama disputava a presidência em 2008 fez muitas promessas – como é normal que os políticos façam –, mas a promessa com que se comprometeu foi sair do Iraque e do Afeganistão. E não a vai cumprir. O que está de facto a fazer é a meter os Estados Unidos em mais países.

Odiario
Dogma e pragmatismo na nova conjuntura latino-americana
Luis Bilbao
:: Outros autores :: 13.Out.14

Quando publicámos recentemente (30 de Setembro, 1 de Outubro) artigos sobre a Revolução Bolivariana afirmámos que toda a informação e toda a solidariedade continuam a ser necessárias. Tal como continua a ser necessário acompanhar o debate ideológico que se trava em seu torno. Exte texto contém diversas opiniões que odiario.info não partilha. Mas é parte de um processo que é necessário seguir, além do mais porque debilidades ideológicas tendem a conduzir a desastres políticos.

Odiario
De Pol Pot ao ISIS: “Qualquer coisa que voe sobre tudo o que se mova”
John Pilger
:: Outros autores :: 12.Out.14

Há mais de 40 anos, o bombardeamento de Nixon-Kissinger do Camboja desencadeou uma torrente de sofrimentos dos quais aquele país nunca recuperou, e abriu caminho a Pol Pot e ao Kmer Rouge. O mesmo é verdadeiro em relação ao crime de Blair-Bush no Iraque e à incessante ofensiva imperialista no Médio-Oriente, abrindo caminho à selvajaria dos mesmos grupos de bandidos a que recorrem para desestabilizar os Estados que querem destruir.

Odiario
Frelimo denuncia falsas promessas*
Carlos Lopes Pereira
:: Colaboradores :: 11.Out.14

Amanhã e quarta-feira realizam-se eleições em S. Tomé e Príncipe e em Moçambique, respectivamente. Embora as campanhas eleitorais em ambos os países tenham decorrido com normalidade, não deixam de existir elementos preocupantes. Em S. Tomé, a insólita presença de deputados do PS, PSD e CDS (a troika nacional que bem conhecemos) na comitiva de um dos partidos concorrentes. Em Moçambique, a participação pacífica da Renamo na campanha não garante que tal comportamento se irá manter depois das eleições.

Odiario
Pedro, o «remediado»*
Aurélio Santos
:: Outros autores :: 10.Out.14

Confrontado com a denúncia feita à PGR de que tinha recebido, quando era deputado em exclusividade de funções, cinco mil euros por mês da Tecnoforma e de não ter feito a declaração fiscal desse dinheiro, Passos Coelho optou por uma crise de amnésia total.

Odiario
DocumentoÉbola:Crónica de um despropósito anunciado
Odiario
O Imperialismo existe
Bruno Carvalho
:: Outros autores :: 08.Out.14

Os discursos de Thomas Sankara eram verdadeiras lições de dignidade. À antiga colónia Alto Volta o jovem capitão decidiu propor que se chamasse Burkina Faso, terra de homens íntegros. As transformações operadas naquele país foram tão profundas que o imperialismo tomou as medidas do costume: por encomenda da França foi assassinado pelo seu camarada Blaise Compaore.

Odiario
Nota dos EditoresDilma, o mal menor
Os Editores
:: Editores :: 06.Out.14
Odiario
A Banca, a saída do euro e o desenvolvimentodo país
Eugénio Rosa
:: Outros autores :: 06.Out.14

Num contexto muito difícil, em que é fundamental um grande controlo e um grande financiamento por parte do Estado das instituições financeiras (e não só), a nacionalização dos maiores bancos é uma questão que inevitavelmente se colocará. Portugal não tem possibilidades de suportar por muito tempo o Tratado Orçamental, que não é mais que um novo “Memorando” agora permanente e sem fim à vista, a não ser condenando-se à pobreza e ao atraso. A não se abandonar ou alterar radicalmente o Tratado Orçamental, a saída do euro será uma questão que se colocará, desejando-se ou não, para que o país possa crescer e desenvolver-se.

Odiario
Detroit, o império ao microscópio*
António Santos
:: Outros autores :: 05.Out.14

As cidades dos EUA convertem-se proporcionalmente em versões microscópicas da política externa norte-americana. A administração de Obama (Nobel da Paz) já bombardeou e invadiu sete países (Líbia, Iraque, Afeganistão, Iémen, Síria, Somália e Paquistão) em obediência aos monopólios financeiros. Ao mesmo tempo, reprime brutalmente o seu próprio povo.

Odiario
Gracias a Cuba
Remy Herrera
:: Colaboradores :: 04.Out.14

Face à ameaça extrema que representa a epidemia do vírus Ébola, e enquanto os EUA enviam militares, Cuba envia profissionais de saúde. É uma nova página da história incomparável de mais de 55 anos de ajuda internacionalista: 595 000 missões cumpridas em 158 países.

Odiario
A CGTP-Intersindical nasceu há 44 anos*
Américo Nunes
:: Outros autores :: 03.Out.14

A argumentação e justificações do Governo PSD/CDS para impor sucessivamente piores condições nas relações de trabalho são na sua essência iguais às da filosofia de Salazar.

Odiario
Terrorismo económico mundial
Julio C. Gambina
:: Colaboradores :: 02.Out.14

A reestruturação regressiva do capitalismo argentino tem antecedentes na ditadura genocida e terrorista de 1976. Sem a violência terrorista do Estado capitalista não teria existido a possibilidade das privatizações realizadas e consolidadas em tempos constitucionais na Argentina. Os “fundos abutres” são apenas uma parte do terrorismo económico que o neoliberalismo institucionalizou.

Odiario
Espanha e a terceirização do caos na Venezuela
Carlos Fazio
:: Outros autores :: 01.Out.14

Justifica-se plenamente que publiquemos em dias seguidos dois artigos sobre a Venezuela. Os inimigos externos e internos da Revolução Bolivariana não desistem, e dispõem de meios de acção muito poderosos. Denunciar a sua permanente actividade conspirativa, desestabilizadora e terrorista é um dever de solidariedade.