Quem Matou Rosa Luxemburg?

Josefina L. Martinez    17.Ene.19

Passaram em 15 de Janeiro 100 anos sobre o assassínio de Rosa Luxemburg e Karl Liebknecht. Publicamos em sua memória dois textos que recordam o contexto histórico desse crime. E também quanto desse crime se projectou na história futura da Alemanha.

Odiario
Odiario

O mito da sublevação spartaquista

Jörn Schütrumpf    17.Ene.19

Logo em 1919, uma Comissão parlamentar de inquérito desmontou a falsidade das acusações que procuravam justificar o assassínio de Rosa Luxemburg e de Karl Liebknecht e a ilegalização do DKP. Mas o relatório foi abafado. E ainda hoje a verdade não é inteiramente reconhecida.

Odiario
Odiario

Netos do cavaquismo, filhos do socratismo

Tiago Mota Saraiva    16.Ene.19

De Pedro Marques a Montenegro, os netos do cavaquismo e filhos do socratismo perfilam-se para conquistar as lideranças de PS e PSD. Aspiram a mandar no Estado e a poder decidir sem qualquer racional técnico, ideológico ou científico.

Odiario
Odiario

Por que criou pânico no Partido Democrata esta veterana da guerra do Iraque

Tyler Durden    15.Ene.19

Mesmo no Congresso dos EUA, controlado por dois partidos gémeos, surge uma voz contra as sistemáticas guerras de agressão levadas a cabo pelo seu país. E o caso tem ainda mais interesse sabendo-se que a congressista que o faz manifestou a intenção de se candidatar às eleições presidenciais de 2020.

Odiario
Odiario

Das contradições do capitalismo à crise na comunicação social*

Fernando Correia    14.Ene.19

A comunicação social é de há muito um dos principais instrumentos através dos quais se exerce o poder da classe dominante. É também um universo em crise. Para o público em geral, é tão importante conhecer os traços principais dessa crise como ter consciência de quanto aquilo que os grandes media veiculam é cada vez mais oriundo, não das redacções, mas de centrais de condicionamento da opinião, de desinformação e propaganda.

Odiario
Odiario

Brasil: direita, volver!

Rosa Maria Marques    12.Ene.19

Este texto é um ensaio muito aprofundado, documentado, abrangente e útil sobre a actual situação no Brasil. Sobre como se chegou a ela, e sobre as forças e individualidades em presença. O diario.info agradece à autora a possibilidade de publicar um texto cujo nível de elaboração pareceria apontá-lo a uma publicação académica. Gesto que testemunha o facto de, no Brasil de Bolsonaro, o combate político democrático se ter tornado a prioridade absoluta

Odiario
Odiario

O euro de Mário Centeno como “veículo de prosperidade”

Eugénio Rosa    11.Ene.19

Disse Mário Centeno que o euro deve ser “um veículo de prosperidade para os cidadãos europeus”. Como prémio por esse apoio fervoroso, a revista “The Banker”, do Financial Times, revista ligada à alta finança inglesa (City of London) considerou “o ministro das Finanças português Mário Centeno como o melhor ministro das Finanças do ano (2018) na Europa. Acontece que o que é bom para os grandes grupos financeiros pode não ser bom nem para Portugal nem para os portugueses. Por isso, interessa analisar com objetividade se o euro tem sido na verdade um “veículo de prosperidade” para os portugueses. Confrontar a propaganda com os dados da realidade.

Odiario
Odiario
continuação

Nicolás Maduro: “Que sejamos respeitados enquanto soberanos e independentes” (II)

Ignacio Ramonet    10.Ene.19

Nesta segunda parte da entrevista, Nicolás Maduro fala sobre questões económicas e questões internacionais. No conjunto da entrevista, serão possivelmente de destacar dois traços da personalidade do Presidente venezuelano. Um, a frontalidade com que aborda diferentes matérias, algumas das quais bastante delicadas. Outro, a confiança que em todas as circunstâncias manifesta em relação ao seu povo.

Odiario
Odiario

Nicolás Maduro: “Que sejamos respeitados enquanto soberanos e independentes” (I)

Ignacio Ramonet    09.Ene.19

No próximo dia 10 de Janeiro Nicolás Maduro tomará posse do mandato presidencial para que foi reeleito. É portanto muito oportuna a publicação desta entrevista, em que são abordados aspectos da situação política e económica da Venezuela e temas internacionais. Dada a extensão da entrevista, será publicada em dois dias seguidos..

Odiario
Odiario

O falso jornalismo de Der Spiegel e a campanha contra “fake news”

Peter Schwarz    08.Ene.19

A recente confissão do Der Spiegel de que publicara dezenas de reportagens inventadas levantou importantes questões sobre a informação veiculada por meios de comunicação que se auto-designam como “de referência”. Parte integrante do sistema de dominação capitalista que são, se reproduzem as mentiras dos dirigentes, porque não haveriam de publicar mentiras da sua própria lavra? Ao mesmo tempo, a censura está instalada. Haverá apenas que referir que o autor do artigo exagera manifestamente ao considerar que o alvo principal dessa censura é um sítio da IV Internacional. Há certamente outros alvos que incomodam mais o grande capital.

Odiario
Odiario

Israel escuda-se em aviões civis para atacar a Síria. Onde está a ONU?

José Goulão    07.Ene.19

O poder sionista e racista em Israel age como se dispusesse de completa impunidade. Desrespeita resoluções da ONU; ocupa ilegalmente territórios; comete sistemáticos assassínios de civis - incluindo crianças - e outros crimes de guerra; viola normas básicas do Direito Internacional. Utiliza agora escudos humanos em ataques a outros países. Tem a cobertura dos EUA e da NATO. Mas não devia beneficiar da omissão das instituições internacionais, nomeadamente da ONU e do seu secretário-geral, António Guterres.

Odiario
Odiario
Entrevista com João Ferreira do Amaral

“A criação da moeda única é um gigantesco fracasso”

Sónia Peres Pinto    05.Ene.19

Existem, felizmente, muitos e destacados economistas que não formatam a sua análise e reflexão pelos os dogmas do neoliberalismo. Impressiona o contraste entre a objectividade e o realismo do que é dito nesta entrevista com a repetição mecânica de receitas que outros fazem, receitas cujo resultado é dramaticamente visível em todo o lado.

Odiario
Odiario